Janela certificada pela Passivhaus para Portugal

Compartilhar:

O Instituto Passivhaus Institut certificou recentemente a janela com o sistema KÖMMERLING 76 como apta para o nosso clima.

A KÖMMERLING já tinha a janela com o Sistema 88 plus certificada para a Alemanha, contudo, este clima pouco tem a ver com o nosso. Por isso, no ano passado, o Instituto Passivhaus (PHI) incorporou certificação para outros climas, entre os quais se encontra o da Península Ibérica (cálido-temperado), e daí o nosso interesse em dispor de um sistema que cumpra a norma Passivhaus para este clima. Este é o KÖMMERLING 76.

A KÖMMERLING tem sempre defendido que, para além do importantíssimo valor "U" de transmitância térmica, não se podem passar por alto as outras prestações das caixilharias. Precisamente, a nível do PHI, o que mais penaliza uma moradia é a sua falta de hermeticidade. E para que uma caixilharia em PVC seja hermética há que ter inércia, uma inércia que se consegue utilizando reforços em aço galvanizado.

Para obter uma solução ótima que não obrigue a abdicar de nenhuma das prestações da janela, a KÖMMERLING optou pelo seguinte: por um lado, tratar da transmitância térmica através de enchimentos com NEOPOR e, por outro, manter a inércia utilizando reforços na folha. Desta forma garante-se a possibilidade de fabricar caixilharias de grandes dimensões.

Ou seja, a KÖMMERLING decidiu não prescindir do reforço, contudo ajudar a diminuir o valor "U", pois ao fazê-lo, é preciso abdicar da inércia a inércia e da hermeticidade da caixilharia ou fabricá-la obrigatoriamente em dimensões mais pequenas. A solução foi de combinar os reforços em aço galvanizado com os citados enchimentos NEOPOR que melhoram de forma térmica o conjunto.

Isto permitiu ao seu Sistema KÖMMERLING 76 ter obtido a certificação PHI para as nossas condições climatéricas.

Compartilhar:

Conteúdo relacionado

Mais visto